CENA 01 – CONDOMÍNIO SMELLY NELLY’S – APARTAMENTO DE TORI/KATE – INT – MANHÃ

Derek entra no apartamento e encontra todos sentados à mesa e Natalie está de cabeça baixa. Ele olha desconfiado para os outros cinco e sai. Depois de alguns segundos, ele entra novamente e olha todos ali.

DEREK – Eu entrei no apartamento errado?

TORI – Não, está no lugar certo, é que aconteceu uma coisa.

DEREK – O quê?

Natalie começa a choramingar e falar com voz fina ao mesmo tempo e ninguém entende uma palavra do que ela está dizendo.

TORI – Viu?

DEREK – Amor, repete.

Natalie repete o choramingo e Derek presta mais atenção.

DEREK – Tradução: Ela está chorando porque não conseguiu os ingressos para o desfile de samba no Rio de Janeiro.

MARK – Como você conseguiu entender isso?

DEREK – Quando você estiver em um relacionamento sério, tem que aprender a falar línguas de sons esquisitos. Mas não importa, eu odeio carnaval mesmo.

Todos olham com cara de susto para Derek.

DEREK – O que foi?

JARED – Como você é o único brasileiro do grupo e não gosta de carnaval?

DEREK – Há muitas coisas que nem todos brasileiros gostam. E a propósito, nós não falamos espanhol.

Kate coloca a mão na boca por conta da notícia.

DEREK – Sempre divertido fazer isso. Até mais.

 

CENA 02 – LOJA ELETRÔNICA MUNDO INTERATIVO – INT – MANHÃ

Mark atendia uma cliente quando Steve apareceu para interromper.

STEVE – Posso falar com você?

MARK – Eu estou com uma cliente.

CLIENTE #1 – Tudo bem, eu posso me virar sozinha.

MARK – Tem certeza?

CLIENTE #1 – Claro, pode falar com seu amigo.

Steve conduz Mark até o setor de antiguidades.

 

CENA 03 – LOJA ELETRÔNICA MUNDO INTERATIVO – INT – SETOR DE ANTIGUIDADES – INT – MANHÃ

Mark e Steve entram. Lá dentro estão Natalie, Pamela e Yolanda, que também trabalham na loja.

MARK – O que está acontecendo aqui?

NATALIE – Saiu um boato que o Carter vai demitir dois funcionários hoje.

MARK – E o que eu tenho a ver com isso?

YOLANDA – É que nós cinco estamos na linha de fogo.

PAMELA – Exatamente. Eu bolei planilhas e gráficos para nos orientar nas posições. Como vocês podem ver na parede à sua esquerda, eu e Yolanda estamos correndo menos riscos que você e Natalie, mas Steve é quem está na lanterninha.

STEVE – Droga!

NATALIE – E como escapamos dessa?

YOLANDA – Boatos que o Carter vai organizar uma grande liquidação carnavalesca, o que não tem nenhum sentido já que moramos na Califórnia, mas fazer o quê?

MARK – Que vençam os melhores!

Todos se cumprimentam e saem de lá em fila.

 

CENA 04 – CONDOMÍNIO SMELLY NELLY’S – APARTAMENTO DE TORI/KATE – INT – MANHÃ

JARED – Que horas são?

TORI – São nove e meia. Por quê?

JARED – Eu tenho que ir para um teste do outro lado da cidade e meu carro está na oficina.

TORI – Eu te levaria, mas eu tinha que deixar a Kate na entrevista de emprego dela.

KATE – Eu vou trabalhar no restaurante do Derek!

DEREK – Calma aí mocinha, você vai falar com o gerente.

Kate aponta para os seios dela.

KATE – Eu e as moças conseguimos qualquer coisa. Observe: Jared, pega um chocolate para mim?

JARED – Quer que eu compre importado?

KATE – Viu?

DEREK – De qualquer forma, você pode ir comigo.

TORI – Desde quando você tem um carro?

DEREK – Desde sempre. Enfim, vamos fazer o seguinte: Tori, você pega o carro da Kate e leva o Jared para o teste, e eu levo a Kate para a entrevista no meu carro.

JARED – Por que a Kate não pode ir no carro dela?

DEREK – POR QUE EU QUERO ASSIM!

Todos se assustam com o grito histérico de Derek.

KATE – Vamos logo, acho que o Derek está naqueles dias…

 

CENA 05 – AGÊNCIA SONHOS LIVRES – INT – SALA DE ESPERA – INT – MANHÃ

TORI – Para que horas o seu teste está marcado?

JARED – Dez e quinze. Que horas são agora?

TORI – Dez em ponto. Daqui a pouco devem te chamar.

JARED – Tomara que eu consiga o papel.

TORI – E tomara que consiga rápido. Esse lugar me dá arrepios.

JARED – Tori, esse lugar está mais higienizado que um corredor hospitalar, como você consegue ser tão exagerada com limpeza?

TORI – Corredor hospitalar? Essa foi a sua estratégia? Me poupe, se corredores hospitalares fossem limpos, talvez as pessoas não morressem esperando atendimento no Brasil.

JARED – Vai ver é por isso que o Derek não gosta de samba.

TORI – Estou com medo de morrer aqui. Sabe quantos ácaros estão andando nesse cômodo nesse exato momento?

JARED – Ácaros suficientes para me matar sufocado antes de começar o discurso?

TORI – Haha, muito engraçado.

A porta da sala vizinha se abre e um cara sai de lá sem olhar para ninguém. Alguns minutos mais tarde, uma mulher loira, aparentemente trinta anos, chama o nome de Jared.

AGNES – Jared Pearson Bennett. Se encontra?

TORI – Pearson Bennett? Sério?

JARED – Cala a boca. Aqui!

AGNES – Me acompanhe, por favor.

Jared segue Agnes para dentro da sala e a porta é fechada. Tori pega uma revista da mesinha ao lado do sofá onde ela está sentada, mas vê uma camada de poeira e a arremessa contra a parede. A recepcionista olha feio para Tori.

TORI – Ácaros, sabe?

 

CENA 06 – LOJA ELETRÔNICA MUNDO INTERATIVO – INT – MANHÃ

Carter pega o megafone e começa a falar. Todos os funcionários ouvem atentamente.

CARTER – Atenção, bando de preguiçosos! Hoje é o fim da linha para dois de vocês. A loja terá uma liquidação carnavalesca à tarde e é bom que todos vocês dêem o melhor de si, do contrário, apenas provarão os fracassados que eu já temia que fossem. É só isso, voltem ao trabalho!

Carter desliga o microfone e volta para sua sala.

NATALIE – Bom, já é meio dia. Quer almoçar em casa?

MARK – Ué, e o Derek?

NATALIE – Derek e Kate estão no restaurante. Ele disse que almoçaria por lá mesmo. Eu tinha comprado lasanha, mas não quero desperdiçar.

MARK – Beleza então.

NATALIE – Vai passar na casa da Martie?

MARK – Eu mando mensagem para ela ir pro seu apartamento.

NATALIE – Ok. Vamos.

 

CENA 07 – RESTAURANTE TRIBBIANNI – INT – COZINHA – INT – TARDE

É meio dia. Uma parte dos funcionários estão descansando por dez minutos enquanto a outra parte continua trabalhando, mas eles revezarão. Derek vai para a sala nos fundos e almoça com os outros, Kate vai falar com o gerente.

 

CENA 08 – RESTAURANTE TRIBBIANNI – INT – ESCRITÓRIO – INT – TARDE

Kate bate na porta e é mandada a entrar. Kate abre a porta, em seguida a fecha e senta numa das duas cadeiras à sua disposição. O Gerente vira sua cadeira para a frente dela e Kate solta um suspiro.

KATE – Eu não acredito! MATT LEBLANC!

MATT – É sempre a mesma coisa. Você quer o quê? Autógrafo, pôster?

KATE – Se não fosse incômodo, mas eu não estou aqui por isso.

MATT – Você não é uma daquelas fãs malucas que só querem transar comigo, não é?

KATE – Credo! Não!

MATT – Então o que diabos você veio fazer aqui?

KATE – Meu amigo trabalha aqui, o Derek. Eu estou aqui para uma entrevista de emprego.

MATT – Entendo. Está contratada.

KATE – Só isso? Não vai me fazer nenhuma pergunta?

MATT – Só tenho uma regra: Se não é fã maluco, pode trabalhar aqui. Eu tenho que correr, tenho gravação de Episodes em algumas horas. O set é aqui pertinho, pode passar lá sempre que quiser.

KATE – Obrigada.

Matt abre a gaveta de sua mesa de escritório, pega sua maleta e a abre. Ele entrega um pôster de Episodes para Kate.

MATT – Acho que lá em casa eu devo ter um box ou algo assim, fica para outra vez. Até mais!

Matt sai da sala. Kate vai falar com Derek para irem embora.

 

CENA 09 – LOJA ELETRÔNICA MUNDO INTERATIVO – INT – TARDE

As portas se abrem. Músicas de carnaval são ouvidas enquanto uma grande multidão avança com tudo para olhar os produtos em liquidação.

NATALIE – Isso vai ser feio.

MARK – Manda brasa!

Mark e Natalie se separam e pegam clientes avulsos para atender. Do outro lado da loja, Yolanda e Steve brigam por um cliente que quer comprar uma TV LCD, enquanto que Pamela está indo muito bem sozinha. Dentro de uma hora, mais ou menos, a multidão se dispersa e o ritmo normal de clientes retoma o local.

STEVE – Você me mordeu!

YOLANDA – Eu avisei para não tocar em mim.

MARK – Pessoal, vocês viram a Natalie?

NATALIE – Aqui!

Mark, Steve e Yolanda seguem a voz de Natalie até uma pilha de caixas de iPads. Natalie está soterrada e não consegue se levantar. Todos a ajudam.

NATALIE – Obrigada. Essas pessoas são ferozes. Tenho certeza que eu vi um homem tentando levar a Pamela nos braços.

STEVE – Ah, foi o Carl.

YOLANDA – Quem?

STEVE – Carl é o segurança da loja, só aparece nessas liquidações malucas. A Pamela surtou com o pouco espaço para respirar e o Carl sumiu com ela.

MARK – E para onde ela foi?

STEVE – E como é que eu vou saber? Se ela não aparecer em dois dias, sugiro que liguem para a polícia.

Carter se aproxima.

CARTER – Muito bem, bando de amebas! Eu já tenho os resultados.

YOLANDA – E então, quem foi demitido?

CARTER – Nenhum de vocês, se lhes interessa saber.

Todos comemoram, mas Carter interrompe.

CARTER – No entanto, eu tive que cortar um funcionário de um jeito ou de outro, e eu estou feliz em informá-los que Carl Jhonson não trabalha mais nessa loja.

NATALIE – E a Pamela?

CARTER – Ela continua, se ainda estiver viva. Já vendemos o estoque todo, estão dispensados. Amanhã, Yolanda e Steve, quero vocês dois aqui controlando as mercadorias que chegarão, pois eu estarei nas Bahamas com minha esposa, pois diferentes de vocês, babacas, eu tenho um relacionamento.

Carter dá meia volta e vai embora.

YOLANDA – Isso machucou.

STEVE – Foi desnecessário.

 

CENA 11 – CONDOMÍNIO SMELLY NELLY’S – APARTAMENTO DE TORI/KATE – INT – NOITE

Todos estão no apartamento para comemorar a contratação de Kate. Jared e Tori ainda não voltaram, mas eles estão no aguardo.

MARTIE – E você conseguiu o emprego?

KATE – Consegui!

MARTIE – Como o Matt é?

KATE – Nem te conto! Ele é um gato!

Martie e Kate vão para o canto da sala para conversarem mais.

NATALIE – É estranho que a sua namorada e a garota que você gostava antes dela estejam se dando tão bem?

MARK- Quieta!

NATALIE – Me engula!

Tori e Jared entram no apartamento.

DEREK – E aí, como foi?

JARED – Ah gente…

TORI – ELE CONSEGUIU O PAPEL!

Todos vibram de alegria e comemoram junto com Jared. Tori coloca a bolsa no balcão.

TORI – Ah, Derek, eu tenho uma surpresa para você!

DEREK – O quê?

TORI – Kate, você pode ligar a TV, por favor?

KATE – Claro.

Kate pega o controle no sofá e liga a televisão.

TORI – Eu assinei TV a cabo!

DEREK – E como isso é uma surpresa para mim?

TORI – Tem a Globo, seu bobinho!

MARTIE – Olha, é o desfile das escolas de samba. O Derek é brasileiro, não é?

DEREK – Sério? Não conseguiu pensar em nada melhor? Não sou obrigado.

Derek sai, mas os outros sentam-se para assistir ao desfile.

 

LEGENDA: HORAS DEPOIS

TORI – MAS ESSE CARRO NÃO SAI DO LUGAR?!

KATE – Estamos a uma hora vendo a mesma coisa. Isso é tão chato!

MARK – Acho que agora eu entendo porquê o Derek detesta carnaval.

MARTIE – As letras não fazem sentido algum.

JARED – Mas as dançarinas são bem gostosas.

NATALIE – Me poupe. Querem assistir outra coisa?

TORI – Sim, por favor!

Kate troca de canal e põe na Showtime.

TORI – Que série é essa?

KATE – Episodes.

MARTIE – Isso, passa na cara que você trabalha para o protagonista!

Martie sai disparada do apartamento.

KATE – Beijinho no ombro para você, fofa!

FIM DO EPISÓDIO

 

EPISÓDIO #04: NEM TODOS AMAM CARNAVAL

CÓDIGO DE PRODUÇÃO: WH085

ELENCO PRINCIPAL:

YVONNE STRAHOVSKI COMO KATHERINE “KATE”

RACHEL BILSON COMO VICTORIA “TORI”

ZACHARY LEVI COMO MARK

JOSEPH MORGAN COMO JARED

WILSON BETHEL COMO DEREK

CANDICE ACCOLA COMO NATALIE

ELENCO CONVIDADO:

EVAN PERTERS COMO STEVE

LAUREN ASH COMO YOLANDA

LIZA LAPIRA COMO PAMELA

JOSH RADNOR COMO CARTER

MELISSA JOAN HART COMO AGNES

MATT LEBLANC COMO ELE MESMO

NINA DOBREV COMO MARTIE

ESCRITO POR:

WALTER HUGO

SUPERVISÃO:

FÉLIX CRÍTICA

UNBROKEN PRODUCTIONS

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.