CENA 01 – FLASHBACK – RESTAURANTE TRIBBIANNI – INT – MESA 78 – NOITE

Derek traz os dois pratos que Lilly e Mark pediram. Ele coloca a palha italiana em frente a Mark e o espaguete em frente à Lilly.  Derek sai de cena novamente e Kate aparece para entregar o uísque. Em seguida, Kate sai de cena e os dois começam a comer. Depois de alguns minutos, os dois voltam a conversar.

LILLY – Sabe o que seria legal?

MARK – O quê?

LILLY – Se nós fizéssemos aquela cena de “A Dama e o Vagabundo”.

MARK – Você está brincando, não está?

LILLY – Não, seu bobo. Vamos logo.

Mark e Lilly enrolam seus garfos no espaguete e tentam reencenar a cena de “A Dama e o Vagabundo”, mas quando estão prestes a se beijar, Mark avista um antigo amigo.

MARK – Jared…

LILLY – Meu nome é Lilly.

MARK – Não, Jared.

Mark aponta para Jared na porta do restaurante. Lilly e Mark observam quando a acompanhante de Jared aparece.

MARK – Tori?

Mark fica em estado de choque. Ele larga o garfo na mesa e levanta-se rapidamente. Lilly levanta-se e o segue, que está andando em direção aos dois.

LILLY – Mark, para.

MARK – Minha irmã não.

Os dois finalmente alcançam Jared e Tori, que ficam surpresos em vê-los no mesmo restaurante. Kate e Derek aparecem no bar do restaurante e observam atentos.

KATE – Isso deve ser interessante.

DEREK – Aposto 10 dólares que o Mark vai quebrar a cara do Jared.

KATE – Feito.

MARK – O que você está fazendo?!

JARED – Eu estava indo jantar, agora estou conversando com você.

TORI – Mark, não é o que está pensando.

MARK – Ah, por favor! Você está realmente tão desesperada a ponto de sair com o Jared? Não lembra o que ele fez comigo?!

TORI – Ele não fez nada, seu bocó! Se a irmã de Derek aconselhou Kate a partir para cima dele, isso é culpa da Marina, não da Kate e não do Jared.

MARK – Mas…

LILLY – Ela está certa.

MARK – Lilly!

LILLY – Eu cansei dessa picuinha de vocês dois. Estamos namorando a um mês e você não conversou com meu irmão desde isso. Quer saber? Eu estou saindo daqui.

TORI – Eu também. E Mark, se lhe interessa saber, amanhã eu volto a trabalhar e Jared se ofereceu para jantarmos em celebração a isso. Ele é meu amigo e eu posso dizer que durante todo esse mês, ele fez mais por mim do que você.

Lilly e Tori saem do restaurante com raiva. Jared e Mark olham para Kate e Derek, mas estes fingem estar limpando os copos. Mark deixa o dinheiro da conta em cima do balcão e vai conversar com Jared lá fora.

KATE – Mark não desceu o cassete em Jared. Você me deve 10 dólares.

Derek entrega os 10 dólares para Kate.

DEREK – Droga!

 

CENA 02 – RESTAURANTE TRIBBIANI – EXT – NOITE

Mark e Jared ficam em frente ao restaurante enquanto observam Tori e Lilly chamarem um táxi. Os dois ficam sem falar por alguns segundos, até que Jared quebra o gelo.

JARED – Eu sei que você ainda está bravo comigo, mas se tem uma coisa que eu nunca faria em minha vida inteira é magoar alguém que eu gosto, especialmente você. Eu te vejo como um irmão, cara.

MARK – Eu entendo agora. Digo, eu não tinha motivos para ficar reclamando sore isso, afinal, eu estou com a Lilly agora, e ela é sua irmã e nem por isso você implicou com o nosso relacionamento.

JARED – Isso é porque eu confio em você com ela.

MARK – E olha… Eu agradeço pelo que você tem feito pela Tori. Ela realmente está precisando.

JARED – O que me diz de nós todos irmos assistir um filme domingo? Pensei em vermos “A Culpa é das Estrelas”.

MARK – Mas isso é um filme de garota.

JARED – Lilly chora para caramba em filmes românticos, você conseguiria um pouco de ação, com certeza.

MARK – Valeu, cara.

JARED – Então estamos bem?

MARK – Sim, estamos.

Mark e Jared se abraçam e também chamam um táxi para irem embora. Um deles para em frente ao restaurante.

MARK – Se você quiser pode voltar a dividir apartamento comigo. Sinto sua falta.

JARED – Eu levarei minhas coisas assim que puder. Valeu cara.

Jared entra no táxi e vai embora. Mark decide voltar para casa a pé.

 

CENA 03 – FLASHFOWARD – CONSULTÓRIO HELP YOURSELF – ESCRITÓRIO DE JULIE – INT – TARDE

JULIE – Suponho que tudo tenha corrido bem no cinema.

MARK – Obrigado!

LILLY – Não vamos voltar a este tópico!

MARK – Oh, por favor! Você não tem um pingo de sensibilidade!

LILLY – O cinema inteiro estava chorando! O que você queria que eu fizesse?

MARK – Chorasse junto?

LILLY – Como uma garotinha? Me poupe, eu não sou você.

MARK – Você é uma garotinha! Já viu a sua altura?

LILLY – Eu vou cortar a sua língua!

JULIE (ADVERTINDO) – Gente, foco!

MARK – O filme tinha acabado de terminar…

 

CENA 04 – FLASHBACK – CINEMA BLUEBELL – SALA 18 – INT – NOITE

Todos no cinema estão chorando como se algum parente deles tivesse morrido. Natalie, Tori, Jared e Derek estão sentados em uma fila enquanto Kate, Nicholas, Lilly e Mark estão sentados juntos na fila abaixo da deles. Natalie assoa o nariz e mal consegue falar por conta das lágrimas, enquanto que Lilly  continua comendo pipoca normalmente.

NATALIE (CHORANDO) – Dono boce somegue bao orar?

LILLY – Hã?

DEREK – Ela disse “Como você consegue não chorar?”.

LILLY – Ah, eu não achei o filme triste.

MARK (ENXUGANDO AS LAGRIMAS NA CAMISA) – Como não? Não te doeu a crise de choro que a Hazel estava dando?

JARED – É, você é feita de pedra, mulher?

LILLY – Vocês que são muito chorões.

KATE – Natalie, é bom a gente ir arrumar o rímel no banheiro, nossa situação está horrível.

TORI – Espera, eu vou com vocês.

JARED – Eu acho que vou comprar um sorvete…

DEREK – Eu também estou precisando de um. Nick, vai conosco?

NICHOLAS – Vou.

As meninas saem junto com os meninos, mas cada um toma um caminho diferente. Mark e Lilly continuam no cinema observando os créditos do filme.

MARK – Você realmente não achou o filme triste?

LILLY – Não. Acho que faço parte do 1% que não chora com esse filme. Olha, tem uma garota que não está chorando bem ali, vamos perguntar o que ela achou. Ei, guria!

A garota olha diretamente para Lilly, põe o copo de refrigerante no descanso da poltrona e caminha em direção aos dois.

LILLY – O que você achou desse filme?

GAROTA – Meu namorado é super fã desses livros modinhas e me trouxe aqui. Quando ele começou a chorar, eu terminei com ele. Quero um homem, não um mariquinha.

LILLY – Obrigada pela opinião. Pode ir agora.

GAROTA – Não, eu estou bem. Você é bem gostosa, sabia?

LILLY – Mark, me tira daqui.

 

CENA 05 – SEMANAS DEPOIS – APARTAMENTO DE TORI/KATE – SALA – INT – TARDE

Derek e Tori terminam de pôr os pratos na mesa quando a porta abre e Kate, Nicholas, Jared e Natalie entram.

TORI – Alguém viu o Mark e a Lilly?

JARED (IMITANDO COM VOZ FINA) – Alguém viu o Mark e a Lilly?

DEREK – O que houve?

NATALIE – Ele ficou estressado por segurar vela com Kate e Nicholas.

KATE – Não tenho culpa que estamos apaixonados.

JARED – É tanta fofura que chega a ser irritante. Sério, essa aí levou uma topada no chão e o Nicholas segurou-a e disse que jamais deixaria uma pele tão bela tocar um chão tão imundo.

TORI – Own.

JARED – Isso foi no seu batente.

Tori joga um prato no chão e faz cara de raiva.

TORI (GRITANDO) – OLHA AQUI QUERIDO, VOCÊ MAL CHEGOU JÁ QUER SER O REI DA COCADA PRETA? EU LHE CA…

KATE – Vamos parar?

NICHOLAS – Quanto exagero… Não é como se você soubesse limpar as coisas direito.

TORI – Já chega!

Tori anda até Nicholas, encosta o dedo indicador na camiseta dele, endireita a sua postura e respira fundo.

TORI – Eu estou sendo boazinha com você porque a Kate te adora, mas grave esta informação: No minuto que seu instrumento genital estiver longe do meu apartamento, eu farei questão de divulgar para todos que você tem sífilis!

NICHOLAS – É esse o seu melhor?

Mark e Lilly abrem a porta e entram com alguns aperitivos.

MARK – Estão prontos para ver os Estados Unidos dando uma surra na Bélgica?!

LILLY – Eu nunca assisti futebol então espero entender tudo o que acontece.

MARK – Não se preocupe, você vai.

 

HORAS DEPOIS

DEREK – Podem ir pagando!

Todos vão entregando uma nota de vinte dólares para Derek e resmungando sobre a derrota para a Bélgica por 2 a 1.

DEREK – Não acredito que vocês realmente pensavam que os Estados Unidos iriam vencer.

NICHOLAS – Não tinha muito para pensar, apostamos porque torcemos para ele, não porque achávamos que ganharia.

DEREK – De qualquer forma, o dinheiro de vocês é todo meu. 140 dólares direto para o meu bolso.

NATALIE – Como você sabe tanto sobre futebol?

DEREK – Simples, eu sou brasileiro e nós somos o país do futebol.

TORI – Então eu proponho um desafio: Continuamos apostando em um time e não importa em qual, você fica com nosso dinheiro sempre que perdermos, mas não tiraremos um centavo de você caso você perca para nós.

TODOS (EXCETO POR DEREK) – Ei!

TORI – Mas… No minuto em que o Brasil perder, você terá que nos pagar em dobro tudo o que nós perdemos para você, ou seja, se perdermos mil dólares, você nos paga dois mil.

TODOS (EXCETO POR DEREK) – Uuuuu.

DEREK – Feito!

 

CENA 06 – UMA SEMANA DEPOIS – APARTAMENTO DE DEREK – SALA – INT – TARDE

A campainha toca.

Derek abre até a porta e deixa todos os seus amigos entrarem. Tori vai arrumando os pratos para servir durante o jogo enquanto os outros se distraem com um filme na televisão.

TORI – Preparado para devolver nosso dinheiro hoje?

DEREK – Estou preparado é para ver você engolindo suas palavras.

TORI – Acho que não hein.

 

UMA HORA DEPOIS

TORI – Acabou o primeiro tempo. Estão sentindo esse cheirinho? É o cheio da vitória… da Alemanha!

DEREK – Eu não tô creno no que eu tô veno.

TORI – Dá licença que eu quero fazer uma dancinha.

 

MÚSICA: CAN’T TOUCH THIS

MARK – Eles acabaram com você.

DEREK – Gente, eu vou aqui tomar uma água…

Derek levanta do sofá e caminha até a geladeira.

TORI – Cuidado!

DEREK – O quê?!

TORI – Você vai perder outro gol da Alemanha!

Todos caem na risada enquanto Derek resmunga uns palavrões em português que ninguém entende.

 

UMA HORA DEPOIS

Derek está com as mãos no rosto, chocado, sem reação.

TORI – Eu odeio ter que dizer isto… Mas passe nossos 710 dólares para cá!

DEREK – Está embaixo da TV.

Tori, animada, corre até a televisão para pegar o dinheiro, mas tropeça no pé de Jared e cai de cara no chão.

NATALIE – Você está bem?

TORI (FALANDO MEIO FANHA) – Eu não ligo, Brasil perdeu de 7 a 1!

 

CENA 07 – FLASHFOWARD – CONSULTÓRIO HELP YOURSELF – ESCRITÓRIO DE JULIE – INT – TARDE

JULIE – 7 x 1 é realmente um placar vergonhoso.

LILLY – Eu deveria ter apostado.

MARK – Enfim, até agora, alguma opinião no que há de errado conosco?

JULIE – Eu tenho algumas anotações aqui, mas estamos em Setembro e vocês só me contaram eventos até Julho. Algo mais aconteceu e eu quero saber o quê.

LILLY – Eu tenho uma ótima história sobre quando eu e as garotas fomos ao Lusty Leopard

MARK – Eu não sou obrigado. Julie, eu espero que você tenha separado bastante horas do seu tempo por que isso ainda vai demorar mais umas três.

JULIE – Vocês vão me pagar cem por hora de todo jeito, então, sintam-se à vontade.

LILLY – Estávamos na casa da Natalie…

MARK – E lá vamos nós de novo…

CONTINUA…

 

EPISÓDIO 2×02: TERAPIA DE CASAL: PARTE 2

CÓDIGO DE PRODUÇÃO: WH091

ELENCO PRINCIPAL: 

YVONNE STRAHOVSKI COMO KATHERINE “KATE”

RACHEL BILSON COMO VICTORIA “TORI”

ZACHARY LEVI COMO MARK

JOSEPH MORGAN COMO JARED

WILSON BETHEL COMO DEREK

CANDICE ACCOLA COMO NATALIE

ELENCO CONVIDADO:

ZACHARY KNIGHTON COMO NICHOLAS TOMAZZI

CHLOE BENNETT COMO LILLY PEARSON BENNETT

ESCRITO POR:

WALTER HUGO

SUPERVISÃO:

FÉLIX CRÍTICA

UNBROKEN PRODUCTIONS

MOONLIGHT PICTURES

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.