FADE IN:

 

CENA 01 – EXT – RISING SUN – FLORESTA/RUÍNAS – NOITE

 

Ava continua a encarar Ashley e Salazar/Chris as observa.

 

SALAZAR/CHRIS – Permita-me!

 

Ele faz surgir uma passagem em meio ao fogo do círculo e Ashley caminha em direção à filha. Ava se afasta.

 

AVA – Como você de repente está viva? Isso só pode ser ilusão.

 

ASHLEY[Emocionada] Não! Não é querida. Eu sou mesmo a Ashley, sua mãe. Eu estive todo esse tempo disfarçada como Nádia Parks, pois eu…

 

AVA[Interrompendo-a] Isso é… Eu nunca imaginei que você era ela.

 

As lágrimas escorrem do rosto da garota.

 

ASHLEY – Eu tive receio em voltar e você não me aceitar.

 

AVA – Tudo o que eu sempre quis, era que você ou o papai estivessem vivos. Então agora, você está viva e brincou o tempo todo comigo, se passando por uma professora e amiga do James?

 

ASHLEY – Eu sinto muito, querida. Mas jamais quis que achasse isso e por isso quando o Jack descobriu, eu o pedi que…

 

AVA – Espera! [Pausa] O Jack sabia?

 

ASHLEY – Sim. Mas eu o pedi para não contar. Eu queria que ouvisse da minha boca que eu era a sua mãe.

 

Ava fecha os olhos.

 

AVA – Quer dizer que eu fui à última mesmo, a saber?

 

PHOEBE[Intervindo] Prova o quanto você é uma tonta!

 

A garota abre os olhos, a cor vermelha já é nítida. A liga toda está acesa.

 

GINA – Ela está furiosa.

 

DAVID – Pois é. O pior é que a intenção do Salazar é essa.

 

LINDSAY – Como assim?

 

DAVID – Ele quer arrancar o coração da Ava, cheio de rancor, raiva, fúria e negro, para assim concluir a maldição.

 

JACK – Não podemos permitir.

 

DAVID – É? E o que faremos?

 

Ava está trêmula, ela aponta sua mão em direção a Phoebe e a garota flutua. Está sendo sufocada e tenta a todo custo se soltar.

 

AVA – Estou cansada de você. Sente prazer com a desgraça dos outros, sinta prazer com isso.

 

ASHLEY – Filha! Largue-a, é isso que ele quer. Ele quer deixar você furiosa, quer ruir a balança e fazer com que você passe a ter magia negra. Ele quer destruir o equilíbrio e se você não parar, pode fazê-lo o vencedor desta guerra.

 

SALAZAR/CHRIS – Basta!

 

Ele lança algo em Ashley, como se raios saíssem de suas mãos. A mulher é atingida e lançada em uma das árvores, onde cai inconsciente. Ava olha para onde a mãe caiu.

 

AVA – O que você fez?

 

Ela solta Phoebe e a garota cai, tossindo e respirando ofegante.

 

SALAZAR/CHRIS – Deveria ter feito. Deveria ter matado a garota, porque essa é a sua natureza. Você é tão ruim quanto eu. Somos uma família e somos do mesmo sangue.

 

AVA – Jamais! Eu não sou e nunca serei como você. Já chega! Você teve seu tempo de glória, mas dará adeus ao mundo que sempre desejou ter, porque dará seu último suspiro.

 

Salazar/Chris gargalha.

 

SALAZAR/CHRIS – Não seja tola.

 

AVA[Gritando] Agora, Selena!

 

Ava olha para a suprema, que fecha os olhos e sussurra algo, fazendo gestos com as mãos.

 

SALAZAR/CHRIS[Preocupado] O quê?

 

AVA – Você se vai.

 

Louise olha para Selena e avança. A suprema abre os olhos e os mesmo está dourados, ela sorri.

 

SELENA – Isso é por ter se tornado quem é. É pela Dorothea.

 

Louise ergue as mãos, mas Selena sem mexer um músculo, faz a cabeça da bruxa girar, quebrando o seu pescoço. Louise cai imediatamente girando várias vezes sobre a terra. Phoebe olha surpresa para todos e tenta correr, mas Salazar/Chris a segura e olha para Ava.

 

SALAZAR/CHRIS – Mate-a!

 

AVA – Não!

 

Salazar/Chris fica furioso, ele puxa o corpo de Phoebe para um lado e usando magia faz a cabeça da garota ser arrancada. O sangue espirra em seu rosto e seus olhos ficam sombrios.

 

SALAZAR/CHRIS – Se por bem está difícil, será por mal.

 

Ele salta e flutua até Ava. Segura a garota em sua frente e Ava o olha assustada. Selena rapidamente se aproxima e o afasta dela.

 

SELENA – Já chega! Não deixarei matá-la.

 

Salazar/Chris aperta a mão direita e com a esquerda aponta para a suprema.

 

SALAZAR/CHRIS – Se não terei o coração dela, que seja o seu.

 

Ao terminar de falar, algo pula do peito de Selena, sendo arrancado. Seu coração para sobre a mão do bruxo, que olha com um leve sorriso no rosto. Ava olha horrorizada para a suprema que cai em sua frente, morta.

 

AVA – Não! Não pode ser.

 

CORTA PARA:

 

CENA 02 – INT – RISING SUN – CASA SECRETA – QUARTO – NOITE

 

Pablo, Daiane, Dylan, Carl e Halley estão ao redor da grande cama. O corpo de Salazar está enrolado.

 

DYLAN – Quem vai fazer?

 

PABLO – Eu faço.

 

DAIANE – Fique à vontade.

 

Halley olha o símbolo em seu braço aparecer.

 

HALLEY – Está na hora. A mamãe mandou o sinal.

 

Todos se olham. A garota desenrola uma pequena faca de um lenço.

 

DAIANE – Pablo seja rápido!

 

HALLEY – Não. Eu farei!

 

Todos olham para ela. Halley olha fixo para a faca.

 

HALLEY – Minha mãe ensinou o feitiço e eu fiz, então concluirei o plano dela. Por ela!

 

DYLAN – Anda logo. Ele pode ter começado a maldição.

 

Halley respira fundo e crava a faca sobre o corpo, rapidamente o objeto metálico se incendeia, fazendo o corpo também pegar fogo.

 

CORTA PARA:

 

CENA 03 – EXT – RISING SUN – FLORESTA/RUÍNAS – NOITE

 

Ava segura o corpo de Selena e chora. Salazar/Chris segura o bastão e coloca o coração dentro do cálice, o objeto é dourado com símbolos em sua borda.

 

SALAZAR/CHRIS – Veja a consagração de meu poder, Ava Brooks.

 

Ele aponta o bastão para o cálice, de repente, seus olhos ficam escuros. O bastão cai de suas mãos.

 

SALAZAR/CHRIS[Trêmulo] O que está acontecendo?

 

Ava olha suas mãos tremerem e sente uma força emergindo dentro de si. A cor vermelha em seus olhos muda para um dourado cintilante, brilhante e claro.

 

AVA[Assustada] O que é isso? Não era parte do plano.

 

Os círculos de fogo se apagam. As raízes se soltam e David, Jack, Gina e Lindsay correm em direção de Ava. Molly corre até o corpo de Ashley.

 

AVA – O que está acontecendo?

 

GINA – Seus olhos estão dourados.

 

DAVID – Acho que você está se tornando a nova suprema, Ava. Você é a sucessora da Selena.

 

AVA – O quê?

 

LINDSAY – Mas e com ele?

 

Todos olham para Salazar/Chris. O bruxo cai ajoelhado, ele parece ficar fraco.

 

SALAZAR/CHRIS – O que você fez?

 

AVA – Isso é para você aprender que sozinho o seu fim é a morte. A morte de verdade e a que sempre temeu.

 

SALAZAR/CHRIS – Isso é impossível. Para isso precisaria destruir o meu corpo verdadeiro, quebrar o Échange e aí…

 

AVA[Completando] Você morre! O que acha que fizemos?

 

Ele olha para Ava e seus amigos.

 

SALAZAR/CHRIS – Você sofrerá muito mais que isso, garota. Não serei o único a querer acabar com você e mostrar quem realmente é mais forte.

 

AVA – Se eu tiver com quem contar, garantirei que todos os outros sejam impedidos, assim como você.

 

Salazar/Chris parece ser arrancado do corpo de Chris. Uma sombra escura flutua sobre o corpo que acabara de cair e desaparece em chamas.

 

LINDSAY[Esperançosa] Acabou?

 

GINA – Finalmente ficamos livres daquele infeliz?

 

AVA – Eu acho que sim.

 

David corre em direção ao corpo do tio. Ava olha para Jack, ele abre a boca, mas ela balança a cabeça.

 

AVA – Não fala nada.

 

A garota corre em direção à tia e a abraça. Ela toca a testa de Ashley.

 

AVA – Ela está bem?

 

MOLLY – Eu acho que sim.

 

Pablo, Carl, Daiane, Dylan e Halley chegam correndo.

 

DYLAN – Deu certo?

 

PABLO – Acho que sim.

 

DAIANE[Surpresa] Essa não, a Phoebe está morta!

 

Halley ajoelha-se ao lado do corpo da mãe. Todos observam. A garota chora desesperada.

 

HALLEY[Gritando] Não! Isso não podia ter acontecido.

 

Ava corre até ela.

 

AVA – Sua mãe morreu salvando a minha vida. Devo tudo a ela.

 

HALLEY – Talvez consiga trazê-la de volta.

 

AVA – Não posso. Ele arrancou o coração dela.

 

Halley beija a testa do corpo da mãe.

 

LINDSAY – O que faremos agora?

 

GINA – Eu sei o que vou fazer. Tudo ficou pior, quando uni isso.

 

Ela segura o bastão e fecha os olhos apertando-o.

 

DAVID – O que fará? Gina!

 

Gina sussurra algo. O bastão brilha e de repente explode com uma forte luz azul. Os cinco pedaços dos cristais caem ao redor dela.

 

GINA – Sem bastão de Cristal, a partir de agora. Vamos esconder esses diamantes e evitar armas magicas com tanto poder.

 

LINDSAY – Boa ideia, Gina.

 

Todos respiram aliviados. Jack olha para Ava, mas ela desvia o olhar.

 

DAVID – Como vamos arrumar essa bagunça?

 

AVA – De algum jeito, mas o mais importante é que estamos livres e salvos. Pelo menos, quase todos.

 

Ela olha em volta.

 

CORTA PARA:

 

 

LEGENDA: Dois dias depois!

 

 

CENA 04 – INT – RISING SUN – RESID. SILVÉRIO – SALA – MANHÃ

 

Molly e Ava estão sentadas ao sofá de frente a lareira. Ashley em uma das poltronas e James ao seu lado. Jack desce a escada.

 

MOLLY – Eu agradeço por permitir que eu e a Ava fiquemos alguns dias, enquanto a casa está em reforma. E também não ia aguentar as lembranças do Charlie.

 

JAMES – Sem problemas. Será um prazer, Molly. E sinto muito por ele.

 

ASHLEY – É. Será bom, assim poderei explicar o que de fato aconteceu, tanto a você quanto a Ava.

 

AVA – Ótimo! Quero entender porque voltar e fingir ser outra pessoa.

 

Jack se senta e troca olhares com ela.

 

JACK – Adoraria ouvir também.

 

AVA – E você já não sabia seu traidor?

 

MOLLY – Ava!

 

A garota respira fundo e olha para a mãe.

 

AVA – Pode começar agora.

 

ASHLEY – Olha filha, eu sei que não foi fácil perder o seu pai, viver sem uma mãe e muito menos não ter tido conhecimento da família e além do mais parar em Rising Sun e descobrir que é uma bruxa e que faz parte de uma profecia e tudo o mais. Só que… Nada na vida é fácil, tudo vem com um preço e consequências.

 

AVA – Não me diga. Acha que eu não sei disso? Pessoas boas morreram graças ao inferno que esta cidade se tornou. O Salazar que agora está morto foi o culpado de tudo. Ele profetizou a minha vida, me tornou algo superior e que todos se sentem ameaçados. Mas a questão agora não é essa. Eu quero entender porque você se passou como morta por todos esses anos?

 

ASHLEY[Gritando] Porque eu tive medo!

 

AVA – O quê?

 

ASHLEY – É isso mesmo. Eu tive medo de que você viesse a ser uma aberração. Todos falavam sobre a garota que iria ser o equilíbrio, que as bruxas tanto de magia natural quanto magia negra, temeria. Seria a balança entre a luz e as trevas e que estava destinada a trazer o bruxo mais perigoso e com intenções sombrias. Eu era nova e foi à escolha mais difícil e errada de toda a minha vida. Você não sabe o quanto eu me arrependo por ter feito essa escolha. De fugir e abandonar você com o seu pai.

 

AVA – E aí no dia do meu nascimento você decidiu sumir e todos acharem que estava morta.

 

ASHLEY – Eu armei tudo. Quando eu a tive, tomei uma porção que eu mesma fiz. Ela paralisava meu coração por algumas horas, fiz todos acharem que eu tinha morrido.

 

MOLLY – Eu me lembro. Foi terrível a hora em que seu quarto pegou fogo e como tudo se queimou.

 

ASHLEY – Exato! Eu acordei e incendiei tudo, depois fugi e desapareci completamente. Anos depois, contatei o James.

 

JACK – Você sabe disso há bastante tempo, pai?

 

JAMES – Jack, eu não podia te contar. Todos sabiam que uma hora ou outra a profecia iria se cumprir, a Ava voltaria para a cidade e completaria a Liga.

 

MOLLY – Quando a Ava nasceu o conselho junto com os anciões decidiram afastar o Michael e a Ava da cidade. Foram mandados para longe para que ela crescesse afastada de tudo.

 

AVA – Eu… Não acredito que tudo sempre foi premeditado.

 

ASHLEY – Ninguém tinha noção da extensão de seus poderes, filha. Na verdade, ainda nem temos. Você se tornou a suprema agora, você é a bruxa de fato mais poderosa em Rising Sun, o que poderá ser bom ou ruim, sendo você o equilíbrio.

 

AVA – Como assim?

 

MOLLY – Isso não importa agora. Deixemos para explicar por partes, o importante é que sua mãe reconhece seu erro, quer ser perdoada e está viva. Foi uma escolha insana, mas ela agora está aqui conosco e podemos ser uma família de verdade, em paz e sem problemas, já que o Salazar finalmente se foi.

 

Ava olha para Molly e depois para Ashley.

 

AVA – Eu cresci sem uma mãe. Nos dias das mães quando havia festa na escola era sempre difícil para mim. Era terrível. E cada momento que eu queria ter uma mãe para me abraçar nas horas mais importantes ou ruins, eu não tive…

 

Ela levanta.

 

AVA[Continuando] Eu estou realmente feliz por você está viva e por ter voltado, mas eu não estou pronta para lhe dar o meu perdão. Não ainda! [Pausa] Mesmo sendo a minha mãe e estando aqui, ainda sinto como se não a tivesse.

 

Ela anda rapidamente em direção à varanda. Ashley chora e James segura a mão dela.

 

JAMES – Calma. Uma hora ela vai entender.

 

MOLLY – É. Ela é igual a você e ao Michael, uma hora enxerga a realidade e acaba esquecendo o que aconteceu. Deixe-a digerir essa situação. Agora ela terá responsabilidades e acabou de passar por uma provação com o Salazar.

 

JAMES – São muitas informações de uma vez.

 

ASHLEY[Enxugando as lágrimas] Vocês tem razão. Obrigada!

 

Jack levanta e vai até Ava, na varanda.

 

CORTA PARA:

 

CENA 05 – EXT – RISING SUN – RESID. SILVÉRIO – VARANDA – MANHÃ

 

Ava enxuga as lágrimas. Jack se aproxima vagarosamente, ela o olha rapidamente.

 

AVA – O que você quer?

 

JACK – Só saber se você está bem?

 

AVA – Estou ótima. [Debochando] O Salazar morreu, Selena está morta, você me traiu com a Halley, a minha melhor amiga Elena está longe nesse momento, me tornei a suprema e… Acho que isso! Ah não, tem também a minha mãe que voltou depois de anos fingindo estar morta. Acho que estou legal sim.

 

Jack olha sério e fixamente para o rosto da garota.

 

JACK – Acabou ou vai continuar bancando a vítima?

 

AVA – O quê?

 

JACK – Você age como se fosse a única a ter passado por coisas ruins esses últimos dias. Acha que o Salazar só mexeu com você? Acha que as mortes que aconteceram só atingiram você? Todos sofreram Ava. O Coven inteiro está desestabilizado por conta das fatalidades que aconteceram nesses últimos meses.

 

AVA – Claro. [Gritando] Mas você errou quando falou que eu estou me fazendo de vítima, quando na verdade, eu sou a culpada e todos vocês são as vítimas. Não me sinto uma coitada e sim a culpada, seu tolo.

 

Jack engole em seco.

 

JACK – Não sabia que se sentia assim. É só que você age como se nunca tivesse errado. Julga quem erra e nunca pensa em perdoar.

 

AVA – Ótimo! Leve a conversa para a sua defesa. Não o perdoei porque você dormiu com outra garota enquanto ainda era o meu namorado.

 

JACK – Eu errei, já pedi perdão e repeti inúmeras vezes o quanto a amo e mesmo assim insiste em me repudiar. Gosta desta situação?

 

AVA – Não. Eu não gosto. Mas foi você quem a iniciou, você é o culpado de estarmos assim e ainda quer que eu o perdoe facilmente? Para mim chega, não é a hora de termos essa conversa a qual eu sei que não chegará a lugar algum.

 

Ela se vira, mas ele a segura. Aproxima seus lábios aos dela e fala olhando no fundo de seus olhos.

 

JACK – Diga se não me ama? Diga se mudou o seu sentimento por mim.

 

Ava o encara.

 

AVA – Não. Eu ainda gosto de você, mas você não é o mesmo garoto. O sentimento em mim ainda está vivo, mas não tão quanto antes. Ele mudou sim, Jackson e essa é a verdade.

 

Ela o afasta e anda em direção ao seu carro. Jack fica paralisado e surpreso. Ava entra ao carro e liga-o acelerando bruscamente e partindo.

 

CORTA PARA:

 

CENA 06 – EXT – RISING SUN – PONTE DA CIDADE – MANHÃ

 

Um carro azul está parado em direção à pista de saída da cidade. Gina está ao lado de David e Lindsay abraçada a Dylan.

 

GINA – Espero que cheguem aonde pretendem. O carro não é tão novo, mas deve ser útil. Era o antigo da minha mãe.

 

Pablo, Daiane e Carl estão encostados ao veículo.

 

PABLO – Servirá sim. Agradeço por fazer isso, mesmo depois de…

 

LINDSAY – Falamos que esqueceríamos o passado.

 

DAIANE – Tudo podia ter sido diferente, não?

 

DAVID – E foi. Vocês escolheram o lado certo e hoje estão tendo a chance de recomeçar longe daqui.

 

CARL – É verdade. Estou feliz por isso.

 

GINA – Todos estão.

 

Eles se abraçam. Cada um se despede dos garotos.

 

DAIANE – Digam a Ava e ao Jack que mandamos um abraço e quem sabe nos vemos novamente em breve.

 

LINDSAY – Diremos sim.

 

Daiane acena e entra no lado carona. Carl abre a porta traseira e entra. Pablo senta no lado do motorista e liga o carro. Ele olha pelo retrovisor os quatro acenando.

 

PABLO[Sorrindo] Quem diria, não?

 

DAIANE – Queria que tudo fosse diferente desde o inicio.

 

CARL – Eu também. Mas agora acelera e vamos partir de uma vez desta maldita cidade.

 

PABLO – Tem razão!

 

Ele buzina e acelera, partindo imediatamente.

 

CORTA PARA:

 

CENA 07 – INT – RISING SUN – LANCHONETE SUN – MESA 04 – MANHÃ

 

Ava entra e vai direto ao caixa e faz um pedido e paga-o. Ela olha para a mesa ao lado e reconhece o garoto comendo e lendo nela.

 

AVA – Lucas?

 

LUCAS – Ah! Oi garota do esbarro.

 

AVA – Ava Brooks.

 

LUCAS – Ava. Um prazer conhecê-la oficialmente.

 

AVA[Rindo] O prazer é meu.

 

Ela pega o café e senta-se em frente a ele.

 

AVA – Você só ler e come?

 

LUCAS – Não. [Risos] É que eu gosto daqui, o café é ótimo e esses Nachos são incríveis.

 

AVA – São sim.

 

LUCAS – E você? O que anda fazendo da vida?

 

AVA – Aconteceram algumas coisas, mas já passaram e eu quero seguir em frente.

 

LUCAS – Muito bem.

 

AVA – O que está lendo?

 

LUCAS – É uma fantasia e aventura. Sobre bruxas, magos e seres sobrenaturais.

 

Ava bebe um pouco de café.

 

AVA – Bruxas? Você acredita em bruxas?

 

LUCAS – Não. Mas queria conhecer uma.

 

Ava Ri.

 

AVA – Quem sabe um dia você não esbarra em alguma.

 

LUCAS – Seria interessante. Mas deixa eu te contar a história, você parece gostar de fantasia.

 

AVA – Gosto sim. Às vezes até acho que minha vida é uma.

 

Ela se senta ao lado dele e ele conta a história do livro que lê. Ava o escuta, atenta.

 

CORTA PARA:

 

CENA 08 – INT – RISING SUN – LUGAR SECRETO – TARDE

 

A porta do sótão é aberta e uma mulher segura alguns sacos com sangue e joga-os para os três homens em sua frente.

 

MULHER – Chegou a hora de sair por aí e explorar o que eu descobri.

 

Os homens bebem o sangue e ela coloca as pulseiras em seus pulsos.

 

MULHER – Quero que observem algumas pessoas para mim.

 

Um dos homens. Cabelos escuros, olhos avermelhados e a pele clara, escuta atento.

 

HOMEM – Quem devemos observar?

 

MULHER – Deixarei você como o líder, Dominic. Comande o Marvel e o John e traga-me notícias sobre Ava Brooks e todos os seus amigos. Ela costuma andar em grupo, como uma liga.

 

Ela mostra uma fotografia com os rostos de todos.

 

DOMINIC – E quem estamos observando? Qual ser está de olho?

 

MULHER – Bruxas!

 

Os três se olham surpresos. Dominic, John e Marvel se erguem. A mulher se aproxima deles e os libertam das correntes e joga uma sacola com roupas e acessórios.

 

MULHER – Usem isso e se comportem como humanos. Ninguém tem ideias de vampiros por aqui. O sobrenatural ainda é tabu.

 

John e Marvel se trocam e Dominic olha para a mulher. Lentamente o lugar vai ficando claro, os cabelos vermelhos se revelam e os olhos claros, o vestido justo e sapatos de salto alto. Ele olha fixo para os olhos da mulher.

 

DOMINIC – Como sempre, pode confiar em nós, senhora Margareth.

 

Margareth sorri.

 

MARGARETH – Eu confio. Só não confio nas bruxas, elas são poderosas.

 

A mulher se vira e caminha em direção à escada, com um sorriso e uma expressão de vitória.

 

FADE OUT.

 

 

–FIM DO EPISÓDIO–

Criado e Escrito por:

MARCOS H.

 

Produzido por:

UNBROKEN PRODUCTIONS.

 

Unbroken Productions Original Séries.

2016 – Story Of Witches – Segunda Temporada – Todos os direitos Reservados.