FADE IN

 

REGINA (V.O): A vida e sua trágica conduta de me dizer que o mundo é diferente do que a gente escreveu, entre verdades está o medo de encontrar a realidade por de trás de uma imensidão de um vazio eterno.

 

CENA 01 – INT – CASA DOS TOWER / SALA  – MANHÃ

Carlota atende a porta e se depara com Cristina.

CARLOTA (surpresa): Quem é você?

CRISTINA: Eu vim de Madri para conhecer um pouco da história de Regina.

Cristina vai entrando na residência, e Carlota fica confusa.

CARLOTA: Como assim a história de Regina? Ela nem é famosa.

CRISTINA: É que um jornal local fez uma reportagem e todos por lá souberam sobre a história dela não ter encontrado o pai.

CARLOTA: Que loucura. A Regina está no quarto, vou chama-la.

Carlota se retira da sala. Cristina fica observando os móveis como se já conhecesse a casa. Ela olha para um abajur antigo e se emociona.

Regina entra na sala.

REGINA: Olá, quem é você?

CRISTINA: Então você é a famosa Regina? É um prazer te conhecer. Eu sou Cristina, escritora de Raíza, vocês não devem conhecer pois é mais famosa em Madri.

REGINA: Realmente nunca ouvi falar, mas a Carlota me contou que você andou pesquisando sobre a minha história, eu não entendi nada.

CRISTINA: É uma longa história.

REGINA: Então você pode me contar que eu tenho tempo de sobra.

Carlota, Cristina e Regina continuam a conversar.

CORTA PARA:

CENA 02 – INT – CASA DOS TOWER / SALA  – MANHÃ

Alexandre chega na residência e observa Cristina de longe, Ele vai até ela.

ALEXANDRE: Cristina, você por aqui?

REGINA: Como assim vocês já se conhecem?

CARLOTA: Sabia que isso era coisa desse cara aí.

ALEXANDRE: Eu não fiz nada, a gente se conheceu quando éramos jovens, mas nunca mais achei que a veria.

CRISTINA: Pois é, muita coincidência.

ALEXANDRE: Você continua linda Cristina.

REGINA: Isso está me cheirando mal, ainda bem que eu e minha mãe vamos sair dessa casa.

ALEXANDRE: Boa sorte, filha de maribondo.

REGINA: Ainda com esse apelido insonso?

CARLOTA: Esse homem é um monstro Regina.

ALEXANDRE: Eu mudei querida Carlota!

CARLOTA: Pra mim você sempre vai ser o monstro, que está fazendo um personagem.

ALEXANDRE: Você tem que entender que as pessoas mudam!

CARLOTA: Depois de todo mal que você fez pra Regina?

ALEXANDRE: Foi a Elisa!

CRISTINA: Gente vamos parar? O importante é que aquela mulher está presa.

REGINA: Quem me dera se a Elisa tivesse realmente presa, ontem a minha mãe a viu tentando invadir o quarto dela.

ALEXANDRE: Temos que tomar cuidado.

REGINA: É por isso que vamos sair dessa casa, quero proteger minha mãe.

A campainha toca. Todos se ASSUSTAM. Carlota abre a porta.

CARLOTA: O que você faz aqui?

DANIELA: Eu vim falar com a Elisa, com licença.

Daniela vai entrando.

REGINA: Olha quem chegou.

DANIELA: Posso falar com a Elisa?

REGINA: Ué querida, você não vê jornais? A sua ex-sogra querida é fugitiva da polícia, pois ela financiava o tráfico de mulheres, além de ter sequestrado minha mãe e meu pai.

DANIELA: Isso deve ter sido armação sua.

ALEXANDRE: É verdade Daniela, e quase que a Elisa me levou junto.

DANIELA: Não acredito que a Elisa foi capaz disso tudo.

CARLOTA: É mais a sua ex-sogra é uma maldita, que esquartejou minha mãe, um monstro em forma de pessoa!

DANIELA: Bom já que ela não se encontra nessa residência, eu vou embora, por que a única pessoa que me interessa é o Rafael.

REGINA: Que vai se casar comigo querida.

DANIELA: Isso é o que vamos ver.

Daniela se retira da sala.

CORTA PARA:

CENA 03 – INT – CASA DOS TOWER / QUARTO DE RAFAEL  – TARDE

Regina está sentada na cama, arrumando sua mala, quando Rafael aparece.

RAFAEL (surpreso): Onde você vai meu amor?

REGINA: Eu vou embora dessa casa. (pausa) Minha tem muitas lembranças ruins, não está fazendo nada bem pra ela.

RAFAEL: Mas amor, eu quero me casar com você.

REGINA: Nós vamos meu amor.

RAFAEL: Mas eu quero o mais rápido possível, quero poder dizer pra todos que eu tenho a mulher mais linda do mundo.

REGINA: Tudo bem, mas você sabe que a gente tem que procurar outra casa, pois eu não consigo mais ficar nenhum segundo nesse lugar.

RAFAEL: Ok amor, eu vou comprar outra casa pra nós.

REGINA: E também eu tenho que continuar as buscas pelo meu pai, nem que eu tenha que ir na TV.

RAFAEL: E aquela pista que você encontrou?

REGINA: Era um papel com as letras S e T. Eu procurei e não encontrei nenhum lugar que pudesse ter essas letras.

RAFAEL: Regina, S e T remete a Santos, em São Paulo.

REGINA: Meu Deus, é verdade, por que eu não pensei nisso antes? Preciso ir pra lá o mais rápido possível!

RAFAEL: Nós vamos juntos!

Rafael pega na mão de Regina e os dois se beijam.

Regina, Marília e Rafael estão com malas em suas mãos. Vitor e Carlota estão na frente dos três.

VITOR: Eu vou sentir muitas saudades de você amiga.

REGINA: Eu vou voltar Vitor, eu só vou encontrar meu pai, e finalmente vamos resolver tudo isso.

CARLOTA: Eu vou estar aqui torcendo pra que finalmente você encontre ele.

VITOR: Eu sei o quanto você lutou por esse momento amiga.

Vitor abraça Regina, desfaz o abraço e Carlota a abraça.

REGINA: Muito obrigada a vocês amigos, eu amo vocês.

RAFAEL: Podem deixar que eu vou cuidar dela.

MARÍLIA: Tchau gente, nós precisamos ir, muito obrigada por terem ajudado minha filha.

Marília, Rafael e Regina vão pegar o avião. Carlota e Vitor choram.

CORTA PARA:

CENA 04 – INT – CASA DOS TOWER  – NOITE

Alexandre está sentada no sofá e percebe a presença de alguém.

ALEXANDRE: O que você faz aqui Elisa?

ELISA: Eu vim te ver meu amor.

ALEXANDRE: Você sabe que não é bem-vinda neste recinto.

ELISA: Mas amor, você sabe que aquelas atrocidades eu não fiz sozinha. Você sempre foi cúmplice das minhas tretas.

ALEXANDRE: Eu mudei Elisa.

ELISA (nervosa): E você acha que é assim? Mudar? Você tem que ir pra cadeia comigo, e se você não me ajudar no meu novo plano, eu juro que te levo junto.

ALEXANDRE: O que você quer carnívora?

ELISA: Eu quero destruir aquela filha da Marília.

ALEXANDRE: E qual é o seu plano? Eu espero que você tenha um, por que eu também não aguento mais ver aquela familiazinha feliz.

ELISA: Eu detesto aquela felicidade, e aquele papelzinho com a tal pista foi eu que fiz.

ALEXANDRE: Nossa você é um gênio, nós precisamos continuar nosso plano de fingimento.

ELISA: Claro que sim, agora temos que agir.

ALEXANDRE: Me fala logo o que você pretende fazer.

ELISA: Eu quero matar aquela mulher de uma vez, preparei uma armadilha em Santos, mas preciso da sua ajuda para executar meu plano.

Elisa e Alexandre continuam a conversar.

CORTA PARA:

 

CENA 05 – INT – HOTEL / QUARTO – NOITE

Regina está em um hotel luxuosíssimo, juntamente de sua mãe Marília e Rafael.

Regina está sentada no sofá juntamente com Rafael, enquanto Marília está sentada em uma cadeira próximo a mesa.

MARÍLIA: Ah filha eu estou com um sentimento ruins.

REGINA: Mãe esse hotel é seguro, o mais seguro de São Paulo.

MARÍLIA: Espero que sim, mas eu sinto algo no meu peito.

REGINA: Não fica assim mãe, é receio por você ter ficado tanto tempo presa.

RAFAEL: Vocês estão seguras! Agora eu preparei uma surpresa pra vocês duas.

REGINA: Ah amor, o que você fez?

RAFAEL: É um lanche categoricamente mais gostoso.

Rafael vai até a cozinha e pega uma bandeja com comidas gostosas. Ele leva até Marília, e logo em seguida pega outra bandeja e leva para Regina.

REGINA: Que delícia meu amor!

RAFAEL: Agora só falta o champanhe!

REGINA: Amor você pensou em tudo!

Rafael pega o telefone na parede e liga para a recepção. A campainha toca.

REGINA: Nossa que rápido!

Regina abre a porta e se depara com um homem mascarado com uma arma na mão. Ela fica assustada. A imagem congela.

FADE OUT

 

ESCRITA POR:

Vinicius Henzel

ELENCO:

Giovana Antonelli: Regina Oliveira

Bruno Ferrari: Rafael Tower

Lilia Cabral: Marília Oliveira

Gabriel Braga Nunes: Alexandre Tower

Murilo Benicio: Maurício Oliveira

Bruna Marquezine: Daniela Nascimento

Thiago Fragoso: Vitor Silva

PRODUÇÃO:

UNBROKEN PRODUCTIONS

Todos os direitos reservados ©